Adquirindo o Voucher do Castor até dia 31 de Janeiro de 2018, fará uma poupança de 45 Euros em relação ao preço de custo de uma semana para o verão de 2018 e ainda poderá pagar o mesmo em suaves mensalidades, distribuidas da seguinte forma:

Janeiro - 65.40 Euros

Fevereiro a Junho - 5 Mensalidades de 40 Euros.

Para aderir, basta clicar em "CLIQUE PARA SE INSCREVER" e escolher o turno que mais lhe convier.

Receberá no seu mail todas as informações complementares para aderir a esta promoção.

CLIQUE PARA SE INSCREVER

 

 

 
Inscrições abertas

Ler mais

CASTOR 2018

Veja: Video das atividades para Estadias de Grupo e Campos de férias

Clique para ver as fotos do dia
MENSAGEM

De nós para vós

Os Campos de Férias fomentam a amizade, o companheirismo, a entreajuda e o espiríto de grupo

Veja as fotos do dia

TestEMUNHOS

.. escolho o Castor porque é um dos locais onde me sinto melhor, o espírito do campo é algo incrível que me faz querer sempre voltar, e é sem dúvida um sítio que eu adoro!
... o Castor tem sido importante para o meu crescimento visto que no campo já conheci imensas pessoas que mudaram de certa forma a minha vida e porque o facto de passarmos uma semana no campo, isolados dos telemóveis e longe dos pais faz-nos crescer e desenvolver competências de autonomia e de espírito de grupo.

- Carolina Fonte (Participante)

... escolhi, escolho e indico o castor porque, a Patrícia vinha sempre muito feliz e em Macau, nao falava noutra coisa. Kdo assim é, é porque estão bem.
... escolho o castor, porque tem pessoas especiais à sua frente!

- Luisa Chaves (Mãe)

... é uma escolha fácil, basta lá irmos uma vez para ficarmos "viciados". Vou lá desde os meus 6 anos e não houve um único turno no qual eu não me sentisse especial. Era lá que eu me sentia bem, sentia que finalmente pertencia a um sítio e esperava o resto do ano em contagem decrescente para lá voltar.
...foi lá que eu cresci, não só em tamanho mas como ser humano. Foi lá que eu fiz amizades para a vida, não só acampantes como também monitores. Lá aprendemos a entre-ajuda, o espírito de equipa e o "fair play ". Foi lá que eu passei os melhores momentos da minha infância .

- Catarina Cargaleiro (Participante)

... Porque escolho o castor aí está uma pergunta difícil de responder por palavras é algo que não se consegue explicar assim tão facilmente, mas o que senti quando fui pela primeira vez ao castor foi inexplicável. É como se fosse a minha casa eu estando 1 ou 2 semanas no castor sinto me em casa são todos muito simpáticos, divertidos somos uma grande família e para manter essa família sempre unida nas férias vou sempre ao castor para me encontrar com esta família que se criou aí e também já frequentei muitas colónias e a que mais gostei foi a do CASTOR sem duvidas. A energia que os animadores têm contagia - nos e nós com essa energia que vocês nos passam vivemos o campo de férias à grande e à francesa.
... O castor ajudou me a libertar o meu eu. No início não era assim como sou agora porque agora não tenho vergonha na cara faço as coisas mais ridículas e não me importo com o que os outros pensam. O castor ajudou - me a crescer imenso, ajudou me a confiar em mi mesma e também me ajudou a compreender que devemos aproveitar ao máximo enquanto somos jovens

- Helena Campos (Participante)

... mas uma das minhas animadoras de lá aconselhou me a experimentar o castor porque tinha um espírito de família que eu precisava de reencontrar num campo de férias. Cristina Palma, o meu muito obrigada, obrigada por me teres feito com que o meu último ano de acampante fosse inexplicável!
... É um campo de férias que promove o espírito de grupo e cooperação! É essencialmente um espaço de socialização e onde fiz amigos para a vida. Ser acampante no castor ajudou me a traçar a minha personalidade, a saber lidar tanto com mais novos como com mais velhos e sem dúvida uma pessoa mais forte, na medida em que conheci pessoas tão diferentes que me ajudaram a olhar para o mundo de outra forma. Este é o tipo de magia que se vive lá dentro

- Ana Franco (Participante)

"Porque escolho o Castor?? Porque são as pessoas que conhecemos que fazem os campos de férias. Já estive em campos com 100 pessoas e no final dei conta de que não conheci ninguém. Sendo um local com aí umas 20 pessoas a cada semana temos tempo para conhecer toda a gente bastante bem e é isso que cria a família a que chamamos Castor"
"Aquilo que o Castor consegue fazer com tanto sucesso é dar-nos experiência de viver em comunidade. Durante estas semanas vivemos num local onde trabalho de equipa é extremamente necessário seja para limpar as camaratas ou ganhar uma atividade e se não conseguirmos trabalhar em equipa não vamos a lado nenhum,pois a grande verdade é que crescer é uma atividade que só se faz em grupo"

- Pedro Farinha (Participante)

... Tendo participado em vários campos de férias em criança até ficar no Castor mais de 10 anos, escolhi sempre o Castor por ser uma família e nao mais que isso. Numa familia aprende-se a amar, a chorar, a sorrir e a trabalhar. Orgulhoso por fazer parte da família.
... O Castor ensinou-me que é importante termos medo. Ensinou-me a olhar para o lado e perceber que somos todos um pela junção das nossas singularidades. O Castor é uma grande familia com lugar na mesa para todos.

- João Reis (Participante)

... Escolho o Castor porque é um sítio em que me sinto muito feliz e em que o pessoal é incrível! Ir para o castor contribuiu positivamente para o meu crescimento não só pelas experiências únicas e inacreditáveis que vivi mas pelos amigos que arranjei e com quem ainda hoje falo!

- Maria Faria (Participante)

.. porque tive boas referencias e agora porque constato que é mesmo um excelente campo!
... DÁ lhe mais autonomia e respeito pelo próximo.. e ensina lhe a viver com a Natureza..
- Célia Reis (Mãe)

... porque escolho o castor? É facil! É o melhor sitio para novas experiencias, para ganhar autonomia, respeito pelos outros, fazer auto gestão do tempo, um sitio super acolhedor com pessoas fantásticas e acima de tudo o melhor sitio para fazer novas amizades! Fico o ano todo à espera do Verão para poder regressar e matar saudades deste mundo que é o Castor!!
... O Castor desde já abriu me horizontes e fez me olhar para certas coisas de uma forma diferente, alias de uma forma bem melhor!! Fez com que aprendesse a gerir melhor o meu tempo de forma a que todos os meus objetivos diários pudessem ser cumpridos e de uma certa forma ensinou me que podemos ser bem felizes e ter uma vida melhor sem as tecnologias, neste caso os telemóveis, já que sao retirados logo á chegada! as amizades que se fazem sao essenciais para o nosso bem estar e é uma enorme satisfação conhecer pessoas de locais, mentes, culturas e experiências diferentes.. e que um dia mais tarde possamos relembrar de ótimos momentos ao lado delas! O Castor é sem dúvida um Campo de referência e vai ficar marcado no meu coração! "As melhores pessoas no melhor lugar!"

- Rita Gonçalves (Participante)

... Porque escolho o Castor?
 Porque é o melhor! Para além da componente lúdica, têm também uma componente educacional. Desenvolvemos competências relacionais, sociais, a capacidade de trabalhar em equipa, o sentido de responsabilidade, a importância da partilha e da solidariedade entre outros. São momentos que guardamos para a vida.
A importância do Castor no meu crescimento.
Muito do que sou hoje vem dos valores que me foram transmitidos ao longo dos anos no Castor, como acampante, monitora e coordenadora. No meu dia-a-dia, em casa, no trabalho, a capacidade de autonomia, o espírito de partilha, a responsabilidade, e acima de tudo o sorriso é made in Castor.

- Inês Mateus (Coordenadora)

Tendo passado maravilhosos anos em campos de férias, como monitor e coordenador, com o Martinho e tantos outros que, hoje, fazem parte da minha história de vida, acabei por convencer a minha filhota a participar no Castor.
Primeiro como “acampante”. Pois sempre achei os campos de férias, uma mais-valia para o desenvolvimento do jovem.
Uma mistura de conhecimentos e práticas que abonam na sua formação e permitem criar indivíduos nobres de espirito e fortalecidos na sua criatividade.
Assim como, na refinação de algumas qualidades que acho essenciais ao ser humano. Companheirismo, lealdade, responsabilidade, espirito de entreajuda, organização, trabalho em equipa, amizade, etc. O resultado está à minha vista. Hoje, por vontade própria, ela fez a formação de monitores e certamente, num futuro próximo, irá desenvolver outras qualidades que serão usadas no seu crescimento humano. Como pai, monitor, coordenador e animador de campos de férias, de longa data, aconselho vivamente o campo de férias do Castor, para experiências inolvidáveis e que, de alguma forma, farão parte de cada um para todo o sempre.

- Victor Sousa (Pai)